quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Mostra de Trabalhos

Mostra de trabalhos

Dia:24/09/2011

Organize seus trabalhos, recauchute alguns, arrume outros, faça um novo...

  O importante é mostrar que tudo é possível quando se tem um querer!!

Aguardamos anciosos pelos seus trabalhos.

Mostra de alguns trabalhos no ano de 2010.




Agora é a sua hora, o seu momento,
             venha e arrasee!!
             

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Férias de Julho!!!

Aproveitem as férias de julho para recarregar as baterias.





Férias apartir do dia 16/07 até o dia 31/07.
Dia 1º de agosto estaremos esperando por vocês.
Bjos e até lá... 

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Venha para nossa Festa Junina!!


                       Quero ver você dançar e se divertir!

Terá diversos comes e bebes como: cachorro quente, pipoca, bolo, pizza, chocolate quente...
            Também terá pescaria, boliche, boca do caipira, brechó,           apresentações artísticas...
               

                     Terá Quadrilha!!

                   
              Hummmmmmmmmmmm!! E também o correio do amor!!
                                        
                             Smack,smack,smack...
Estamos esperando por vocês!
Dia:02/07
13h30


quarta-feira, 15 de junho de 2011

Artes

O que é esse tal de Patrimônio Cultural?

Na semana que passou, os alunos passaram. Passaram passo a passo por alguns pontos do passado. As turmas 14B e 14C (quarta séries), 15A (quinta série), 16B e 16C (sexta séries) e 17A (sétima série) tiveram a oportunidade de conferir pessoalmente, durante o Passeio Cultural, alguns pontos do Patrimônio Cultural da cidade estudados em sala de aula, através de projeto realizado por mim e pela professora de Artes Visuais, Glecimara Grischke.
Embora um passeio de ônibus, um passeio que buscou no aluno um olhar diferenciado sobre a cidade, a partir do ponto de vista do ônibus de onde se enxergava, se apontava, se identificava e se fotografava o patrimônio cultural por onde se passava.
O roteiro contemplou o que foi possível em virtude do tempo disponível, seguindo pelas Avenidas Domingos de Almeida, Bento Gonçalves e Duque de Caxias e suas características culturais como parques, monumentos, praças, edificações, feiras e trailers; o Centro Histórico com as árvores da praça, os casarões, os monumentos e o chafariz; a visitação aos três clubes de futebol da cidade, nos estádios do Xavante, do Lobão e do Fantasma, onde fomos recebidos por seus funcionários, beneméritos, presidentes e a surpresa de encontrar alguns jogadores treinando em campo e que, gentilmente, distribuíram autógrafos para as fãs em polvorosas.
O objetivo do Passeio foi despertar, no aluno, o sentimento de reconhecimento e valorização da identidade cultural da cidade como parte da própria identidade, pois o através do Patrimônio é possível um olhar a si mesmo para conhecer-se e comprometer-se com o que se é. Observar a cidade por esse lado busca também observar a casa, o bairro, a escola, por isso estudamos o patrimônio da cidade relacionado com o patrimônio pessoal do aluno por meio de objetos, pessoas e afazeres de “valor” pessoal ou familiar. Enfim, os lugares guardam a memória do passado e do presente, contam histórias, mexem com as sensações, com a curiosidade. A reação dos alunos foi de diversão, de contemplação e de interação.

Carol Ávila (Professora de Artes Visuais)




sexta-feira, 20 de maio de 2011





Luana

Deus costuma usar a solidão
Para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes, usa a raiva para que possamos
Compreender o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio, quando quer
nos mostrar a importância da aventura e do abandono.
Deus costuma usar o silêncio para nos ensinar
sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço, para que possamos
Compreender o valor do despertar.
Outras vezes usa a doença, quando quer
Nos mostrar a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo,
para nos ensinar a andar sobre a água.
Às vezes, usa a terra, para que possamos
Compreender o valor do ar.
Outras vezes usa a morte, quando quer
Nos mostrar a importância da vida.

Luana
Vá colorir o céu com sua beleza e alegia!!



Fernando Pessoa

terça-feira, 10 de maio de 2011

Família

Festa da Família
dia 14/05 8h30-11h30



Família corporal e espiritual


Você já se deu conta de que seu afeto não é o mesmo para com todos os membros da sua família?

Uns nos são muito caros, outros menos, alguns nos são indiferentes, podendo, até mesmo, haver aqueles que nos são antipáticos.

E você já pensou nos motivos dessas diferenças?

Quando nos questionamos sobre o assunto, muitas dúvidas nos vêm à mente.

Ora, se somos filhos dos mesmos pais, se somos os pais de vários filhos, porque não nutrimos o mesmo sentimento por todos, de igual forma?

Indagando-nos, com sinceridade, chegaremos à conclusão de que há duas espécies de famílias: as famílias espirituais e as famílias pelos laços corporais.

Concluiremos, ainda, que não são os da consanguinidade os verdadeiros laços de família e sim os da simpatia e da comunhão de ideias. Ou seja, os laços do sangue não criam forçosamente os liames entre os Espíritos.

Para entender essas disparidades na relação de afeto ou desafeto, é preciso que lancemos mão da Lei da reencarnação.

Reunidos na mesma família, pelas Leis Divinas, encontram-se Espíritos simpáticos entre si, ligados por relações anteriores que se expressam por uma afeição recíproca.

Mas, também pode acontecer que sejam completamente estranhos uns aos outros esses Espíritos, afastados entre si por antipatias igualmente anteriores, que se traduzem na Terra por um mútuo antagonismo.

Com a teoria da reencarnação, entenderemos porque é que dois seres nascidos de pais diferentes podem ser mais irmãos, pelo Espírito, do que se o fossem pelo sangue.

Nessa mesma linha de raciocínio, compreenderemos a animosidade alimentada por irmãos consanguíneos, fato muito comum que se observa todos os dias.

A Lei da reencarnação também esclarece sobre os objetivos pretendidos por Deus para Seus filhos: o progresso intelectual e moral.

Se Deus nos permite o reencontro com afetos e desafetos do passado é que está a nos oferecer uma nova oportunidade de aperfeiçoamento.

Enquanto a convivência com os desafetos nos dá oportunidade de estabelecer a simpatia, os afetos são o sustentáculo em todos os momentos.

Entendemos, assim, que as múltiplas existências estendem os laços de afeto, ampliando nossa família espiritual, enquanto a unicidade da existência os limita ou rompe definitivamente após a morte.

Não fosse a abençoada porta da reencarnação e não teríamos a chance de amar os nossos inimigos, conforme recomendou Jesus.

Dessa forma, repensemos a nossa postura com relação à família. Olhemos para os parentes difíceis e percebamos neles a bendita oportunidade de estabelecer a simpatia para, logo mais, amá-los efetivamente, conforme a recomendação do Cristo.

O instituto familiar é uma organização de origem Divina, em cujo seio encontramos os instrumentos necessários ao nosso próprio aprimoramento para a edificação de um mundo melhor.

**Texto retirado do Momento Espírita**

### Se você gostaria que fosse publicado algum outro texto sobre a família mande para nosso email que teremos o prazer de atender seu pedido.
infoafonso@gmail.com

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Dia das Mães




Mãe!

Mãe, quem é você?
Se estou feliz,
quantas vezes te esqueço;
se estou triste,
quantas vezes te procuro. Mãe, quem é você,
que eu critico,
de quem eu exijo coisas tão pequenas
para satisfazer a minha comodidade,
mas a quem peço a maior ajuda
nos instantes mais difíceis?
Mãe, quem é você,
para quem eu tantas vezes
esqueço o meu carinho,
e de quem exijo tanta atenção?
Mãe, quem é você, com que discuto
e para quem peço conselhos?
Mãe, quem é você,
para quem reclamo sempre,
e para quem guardo
o abraço maior e a maior ternura.
Mãe, eu sei,
Você só é... AMOR


Maria Helena Gouveia

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Amizade


A amizade é um dos sentimentos mais nobres que temos e devemos preservá-la.
Devemos aceitar nossas diferenças e nos mantermos unidos pois assim seremos mais fortes e melhores!!






           " É do amor que se conhece o que é verdade
            O amor é bom, não quer o mal
            Não sente inveja ou se envaidece
            Sem amor nós nada seríamos..."
                                                                     (adaptação de Renato Russo)



terça-feira, 5 de abril de 2011

Páscoa

As origens do termo  
A Páscoa é uma das datas comemorativas mais importantes entre as culturas ocidentais. A origem desta comemoração remonta muitos séculos atrás. O termo “Páscoa” tem uma origem religiosa que vem do latim Pascae. Na Grécia Antiga, este termo também é encontrado como Paska. Porém sua origem mais remota é entre os hebreus, onde aparece o termo Pesach, cujo significado é passagem. 
Entre as civilizações antigas  
Historiadores encontraram informações que levam a concluir que uma festa de passagem era comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. Geralmente, esta festa era realizada na primeira lua cheia da época das flores. Entre os povos da antiguidade, o fim do inverno e o começo da primavera era de extrema importância, pois estava ligado a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.
A Páscoa Judaica
Entre os judeus, esta data assume um significado muito importante, pois marca o êxodo deste povo do Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a passagem dos hebreus pelo Mar Vermelho, onde liderados por Moises, fugiram do Egito.
Nesta data, os judeus fazem e comem o matzá (pão sem fermento) para lembrar a rápida fuga do Egito, quando não sobrou tempo para fermentar o pão.  
A Páscoa entre os cristãos
Entre os primeiros cristãos, esta data celebrava a ressurreição de Jesus Cristo (quando, após a morte, sua alma voltou a se unir ao seu corpo). O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior al equinócio da Primavera (21 de março).
Entre os cristãos, a semana anterior à Páscoa é considerada como Semana Santa. Esta semana tem início no Domingo de Ramos que marca a entrada de Jesus na cidade de Jerusalém  
A História do coelhinho da Páscoa e os ovos  
A figura do coelho está simbolicamente relacionada à esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.
Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.
A figura do coelho da Páscoa foi trazido para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Inscrições para ingressar nos projetos do Afonso

Projetos
Inscrições: Estão abertas e as vagas são limitadas
* Iniciam dia 28/03/2011
* Para a inscrição é necessário que o responsável pelo aluno entre em contato com o professor titular de cada projeto para o preenchimento do formulário de dados e ficha de consentimento do responsável.
Os projetos são:
-Apoio pedagógico
-Fotografia
-Inserção das Tics
-Voleibol
-Futebol

sexta-feira, 4 de março de 2011

Galera do Afonso, chegou o carnaval! E com ele esses dias que a gente esquece um pouco da vida pra poder cair na folia ou fugir para um retiro e relaxar um pouco. Aproveitem!
Não esqueçam!! Temos que voltar as aulas dia 10/03 ainda com todo o gás.


terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Férias

Queridos afonsinos aproveitem bem essas férias e até 1º de março que terá muita coisa boa este ano.
Um beijão no coração de vocês!!
E muita diversão seja na praia, no campo ou em qualquer outro lugar afinal férias é férias...